Empresa de produto químico em chamas em Jandira

0
403

Plantão do Folha

Atualizado as 19h50


Empresa KMS química, localizada na Av João de Goes no jardim Alvorada em Jandira pega fogo, a empresa industrializa cloro granulado e pode ter ocorrido vazamento de clorídrico, a Castelo Branco está fechada sentido interior e no sentido São Paulo está parcialmente devido a este incidente.

O incêndio começou devido a uma reação química provocada com o contato da água da chuva que invadiu o local, não havia ninguém na empresa no momento da explosão, bombeiros conseguiram conter o fogo por volta das 12 horas.

O ácido clorídrico na forma gasosa ou diluída em água e altamente corrosiva e irritante a pele, mucusas e olhos.

A Prefeitura de Jandira emitiu uma nota á imprensa referente ao produto expelido pela fumaça. “A CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) realizou análise do produto expelido na fumaça e identificou que não há risco à população.”

O paulistano sofre desde a madrugada com os diversos alagamentos causados pelas fortes chuvas, Jandira, Barueri, Itapevi, Carapicuíba foram afetados pelo grande volume de água. Quem saiu para trabalhar encontrou trens parados, ônibus sem transitar.

Alguns que se propuseram a sair em veículos próprios estão ilhados esperando a água baixar, é o que acontece com o caminhoneiro Maurício Lopes, ele trabalha com frete, estava a dois quilômetros do local onde ia carregar, era por volta das cinco da manhã, quando foi impedido de prosseguir, ficou preso próximo ao Piratininga, sem previsão de que horas irá retornar para casa, relata “a gente arrisca sair, afinal as contas chegam e não esperam a chuva passar” mais agradece muito a solidariedade “tenho que agradecer a Deus pois o pessoal daqui de Osasco/Piratininga foram bem solidários, ajudou tirar o caminhão do meio da rua colocamos em um lugar mais seguro, na hora do almoçou trouxeram almoço. Pessoal nota 10.”

Santana de Parnaíba em estado de alerta. Ponte que liga a Fazendinha e Alphaville está interditada, a Defesa Civil está no local e alerta sob o risco de desabamento. Por volta das 18 horas e 30 minutos a ponte foi liberada parcialmente e com monitoramento.

São Paulo já registra 68 pontos intransitáveis devido alagamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui