Cursinho Popular de Jandira inicia atividades

0
103

Reunidos em um só lugar pensamentos semelhantes, o desejo de entrar em uma universidade pública ou de prestar concurso público é o que motivou esses homens e mulheres de idades distintas a se inscrever no cursinho popular do município de Jandira, a maioria é de jovens que estão no último ano do ensino médio, mas há também os que estão distantes do universo escolar a muitos anos.

A noite do dia 11/02 começa com um delicioso jantar e com direito a sobremesa, esse é um recurso importante, uma vez que alguns alunos vêm direto do trabalho, na sala aula que chega a ser apertada pelo número de inscritos, professores se apresentam e chegamos a confundir quem é aluno é quem é professor, haja vista, que as idades se assemelham.

O Coordenador do cursinho Carlo Adalberto apresenta regras importantes, o curso proporcionará durante o ano letivo, passeios para o Museu Afro e o Museu Catavento.


Professores discorrem sobre as disciplinas, os alunos inscritos farão uma redação e uma prova de conhecimentos gerais, a avaliação tem o objetivo de separá-los em conformidade com o nível de conhecimento para não haver disparidade no aprendizado, ele também receberá apostilas. As ferramentas são todas disponibilizadas, dá parte do aluno espera-se a vontade e a dedicação para conquistar o que é dele de direito, ou seja, uma vaga na universidade federal.

Alunos que concorreram e passaram em universidades Federais ou obtiveram bolsa cem por cento testemunham suas conquistas, é o caso por exemplo; da Bruna Rocha de 22 anos que concorreu vaga e irá cursar pedagogia na Anhanguera, Renato Kelvin tem 17 anos apenas, conquistou uma vaga na USP e vai cursar Ciências Sociais, Nicole de Souza, 18, fará gestão ambiental também na USP.

Ouvir esses alunos que fizeram um único ano de Cursinho Popular é motivador, todos eles vieram de escola pública, todos eles ouviram que não seria possível ou que é muito difícil um jovem da periferia conquistar uma vaga em uma Universidade Federal, os jovens expressaram com sinceridade que houveram dias de desânimo, cansaço, mas relatam que teve incentivo, principalmente por parte do corpo docente, jovens dedicados e focados em extrair o melhor de cada aluno.

O Cursinho Popular acontece na escola Moises Candido Vieira, localizada na rua Francisco Araújo Chaves, Jardim Europa, na parte da manhã e na parte da tarde ela é ocupada pelos alunos do fundamental, em anexo funciona também UAB, Universidade Aberta do Brasil, o polo oferece os Cursos de Ciência da Computação e Pedagogia, pode-se dizer que aquelas paredes já registraram muitas histórias de sucesso!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui