Último segundo

Follow folhadejandira on Twitter
 
Saúde

Jandira recebe mais sete e agora já contra com dez profissionais do programa “Mais Médicos”

Qui, 19 de Dezembro de 2013 16:06

18-12-13-Jandira recebe mais sete e agora já contra com dez prof phixr

 

A Prefeitura de Jandira adicionou ao seu quadro de médicos mais sete profissionais estrangeiros, destacados para a cidade pelo programa “Mais Médicos”, do Governo Federal. Eles foram recepcionados na sexta-feira, 13 de dezembro, pelo prefeito Geraldo Teotônio da Silva, pela secretária de Saúde Ana Cláudia Oliveira Barbosa e pela secretária de Cidadania e Ação Social Cáritas Benitez.

Originários de Cuba, após a fase de treinamento e de adaptação de cerca de quinze dias, o grupo conhecerá as unidades nas quais prestarão serviços à população. Noel Antelo Corrales, Noemi Caridad Rodriguez Pupo e Niurka Milanês Jiménez, os três compatriotas deles que chegaram em 31 de outubro, já atuam no município desde o começo de novembro.

A Secretaria da Saúde requisitou, ao todo, 28 profissionais ao programa “Mais Médicos”. Os dez já designados ainda são, portanto, menos de a metade do contingente que o município precisa e em breve completará. A atuação dos três primeiros, entretanto, já permite sentir nos locais onde trabalham melhoras sensíveis no atendimento à população. Na USI (Unidade de Saúde Integrada) do Parque Santa Tereza, por exemplo, os próprios usuários apontam os avanços. Lá pode ser encontrado Noel Corrales, clínico geral que a cada hora do expediente tira da sala de espera em média cinco pessoas. Corrales não dispensa nenhum paciente sem consultá-lo minuciosamente, conversando e examinando os jandirenses por pelo menos 12 minutos, em jornada que começa às 8 e cumpre até às 17 horas.

“Este tempo no consultório de um médico da rede pública é incomum em diversas cidades brasileiras”, declarou a enfermeira responsável pela unidade, Rosemary Lima. "Com o novo médico, os problemas sendo resolvidos na própria unidade". Jessica de Oliveira, que reside no bairro, endossa as palavras de Rosemary. “Trouxe minha filha ainda de colo aqui e o novo médico foi mesmo bem atencioso”. Ela também notou que o mesmo padrão de atendimento está sendo acompanhado pelos enfermeiros.

Os médicos cubanos permanecerão por três anos no Brasil. E não vieram para o país apenas a trabalho. Noel Corrales, por exemplo, contou que em 2014 ingressará em um curso de especialização em Saúde da Família, com duração de quase doze meses, ministrado pela Unifesp.

Ênfase na prevenção

Além do atendimento com o clínico geral Noel Corrales, a USI Santa Tereza conta ainda com ginecologista, psiquiatra e psicóloga, duas vezes por semana, mais um pediatra, todos os dias.  A equipe da unidade é orientada a enfatizar a prevenção às doenças ou às situações que podem desencadear enfermidades. Por esta razão, faz parte do calendário dos enfermeiros e dos 16 agentes de saúde palestras de planejamento familiar sobre tuberculose e transmissão e contágio pelo vírus HIV, causador da AIDS. Grupos de gestantes são recebidos uma vez por semana para acompanhamento pré-natal; as demais mulheres podem participar de projetos preventivos como a coleta de materiais para o exame de Papanicolau e de combate ao câncer de mama, duas vezes por semana.

Já os homens podem solicitar a qualquer tempo entre outros cuidados e serviços o exame de sangue que permite aferir os níveis de Antígeno Prostático Específico (PSA). Este procedimento ajuda a evitar o câncer de próstata, geralmente maligno e agressivo, ou a diagnosticá-lo ainda em estágios iniciais, quando há grandes possibilidades de cura. Os dois públicos contam também com ações de combate ao diabetes e à hipertensão, como o programa "Saúde já, vem pra cá", que atendeu em setembro mais de 200 munícipes.

Secretaria de Comunicação e Imprensa


Escrito por: Redação

blog comments powered by Disqus