Saúde

Dormir pouco faz mal a saúde

Qui, 08 de Setembro de 2011 18:00

dormindoo2

Irritação, cansaço e mau humor pode ser alguns dos sintomas de quem dormiu pouco. Além de ter a defesa do organismo alterado, segundo pesquisa realizada pela Unifesp. Os motivos por esta alteração no sono pode ser variado, confira.

Estresse, cansaço, preocupações e distúrbios do sono, como a apneia e o ronco. Quem sofre de apneia passa por sucessivas paradas respiratórias enquanto dorme, tendo de acordar superficialmente para que o ar volte a circular.

O resultado disso é um sono fragmentado e de má qualidade, que deixa a pessoa cansada durante o dia. A parada respiratória ocorre quando os tecidos moles - céu da boca, úvula (campainha), bochecha e língua - estão relaxados.

Existem várias técnicas para tratar o distúrbio, como o tratamento ortodôntico, que consiste no uso de aparelhos bucais feitos com silicone para reposicionar a mandíbula para frente, liberando a passagem do ar. Esses aparelhos são necessários apenas quando a pessoa vai dormir. Quem sofre o nível mais grave da doença — determinado pela polissonografia, exame que mede a quantidade de paradas respiratórias por hora pode se tratar com o CPAP, aparelho que injeta ar pela garganta por uma máscara enquanto a pessoa dorme. Trata-se da técnica mais comum para tratar os casos sérios do mal.

Já o ronco, além do desconforto, ainda traz prejuízos para a saúde do paciente. Quando acompanhado pela apneia do sono, a situação é ainda mais grave. O ronco representa a dificuldade para que o ar passe pela garganta, causada por um estreitamento nesta região. Este estreitamento acontece, entre outras causas, pelo relaxamento dos músculos próximos à garganta, que “caem” sobre a passagem de ar, dando origem ao barulho do ronco. Quando o estreitamento é pronunciado, pode causar até paradas da respiração, ou a apneia do sono. Ela pode acontecer mesmo em pessoas que não roncam.

O ronco e a apneia do sono fazem com que o paciente acorde com a sensação de não ter descansado durante a noite, causa fadiga, falta de concentração e atenção, sonolência durante o dia e aumento da pressão arterial, entre outros sintomas.

Portanto alguns sinais não devem ser ignorados, a melhor saída é procurar um especialista em distúrbios do sono. 

 

Crédito: Divulgação


Escrito por: Redação

blog comments powered by Disqus